Horta, 11 vitaminas e 11 minerais que uma horta orgânica pode oferecer

| EM Cultivando saúde Nenhum comentário
vitaminas.jpg
1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 Filament.io 1 Flares ×

Saiba quais vitaminas e minerais se encontram numa horta.

Por que fazer uma horta orgânica?

Se você está planejando fazer uma horta, os principais motivos pelo qual você pode optar pela horta orgânica são:

1-Respeito pelo meio ambiente por não usar agrotóxicos.

2-Qualidade de vida com uma saúde melhor através de vitaminas e minerais obtidos naturalmente.

Por que se pode dizer isso?

Porque em uma área de apenas 10m2, ensolarado, você já obtém hortaliças para alimentar 2 pessoas com produtos saudáveis, sem agrotóxicos e fertilizantes químicos.

vitaminas.jpg
Saber onde encontrar as vitaminas e sais minerais ficará mais simples de organizar sua horta orgânica.

Segue abaixo uma tabela do nome das vitaminas e sais minerais, funções, fonte e qual é o sinal que recebemos quando há falta ou excesso dela.

As informações abaixo são apenas um resumo geral. Esses dados são apenas informativos. Este blog não recomenda nenhum tratamento médico. Não nos responsabilizamos pelas consequências, boas, ou ruins, originadas pelas informações contidas aqui. Antes de se submeter a qualquer tratamento, procure um profissional da área de saúde para maiores detalhes.

As vitaminas são:

#1 Vitamina A

Aumenta resistência contra infecções e protege a região respiratória.

São encontradas no leite, queijo, manteiga, fígado de boi, ovo, sardinha, vegetais de coloração amarela e/ou laranja, espinafre, couve (todo tipo), agrião, alho, repolho, pepino, pimentão, cebola, cebolinha e beterraba.

A falta causa baixa imunidade, sujeito à infecções, pele seca, cabelos fracos e quebradiços, dente e gengiva frágeis e falta de apetite.

O excesso também não é bom, pois causa intoxicação.

Principais sintomas: pele seca, áspera e descamada, lábios rachados, dores nas articulações e nos ossos, câimbra, queda de cabelos, lesão no fígado, redução no crescimento da criança e falta de apetite, para citar alguns.

#2 Vitamina C

A falta dessa vitamina pode causar escorbuto (hemorragia na gengiva). Apesar de rara, ainda se vê em alcoólatras devido a ingestão diária exclusivamente do álcool. Causa doenças nas gengivas, como sangramento e inflamação e perda dos dentes. Dificuldade para cicatrização, manchas arroxeadas (chamadas petéquias), facilidade de se ferir, inchaços nos braços e pernas, perda de cabelos, dor nas articulações e fraqueza muscular.

São encontradas em frutas cítricas como laranjas, limões e tangerinas e em vegetais como tomates, pimentões, batatas e outros.

Ela se perde durante a preparação dos pratos. O corte, exposição ao ar, cozimento, fervura e ao ficar de molho em água. Mas, a quantidade é alta na maioria dos alimentos, mesmo após o preparo que não há motivos para se preocupar.

#3 Vitamina D

Ajuda o corpo a absover o cálcio e o fósforo, que auxiliam no crescimento dos dentes e dos ossos. O sol é o maior sintetizador da vitamina D.

Ótimo para prevenir a osteoporose. Mas, atenção ao horário de exposição solar: até as 10hs da manhã, ou após as 16hs. Para evitar o câncer de pele, talvez prefira suplementos a base de vitamina D.

A falta também causa raquitismo.

Manteiga, nata, gema de ovo e fígado são alguns dos alimentos que contém vitaminda D, mas, não é  saudável ingerir de maneira exagerada.

#4 Vitamina E

Doses acima de 400UI diariamente pode retardar a coagulação do sangue, podendo causar derrame ou hemorragia no caso de um corte, ou acidente. Quem faz tratamentos com anticoagulantes não devem consumir essa  vitamina.

Para cada deficiência, doses específicas. Consulte seu médico para saber a quantidade correta.

É encontrada em óleos e margarinas de milho, caroço de algodão, soja, cártamo, germe de trigo e nozes são excelentes fontes de vitamina E.

Frutas, verduras e grãos integrais contêm menor quantidade.

Alimentos refinados diminui o teor. O óleo usado para fritura perde totalmente a vitamina E, por isso, utilize os alimentos frescos ou levemente processados e cozidos brevemente.

#5 Temos também as vitaminas do complexo B.

As vitaminas do complexo B são as maiores responsáveis pela manutenção da saúde  emocional e mental do ser humano. Também podem ser úteis nos casos de depressão e ansiedade, olhos, cabelos, assim como a tonicidade muscular do aparelho gastrointestinal.

Facilita a digestão e absorção dos carboidratos, das proteínas e da gordura. No estômago, as vitaminas B estimularão a liberação e controlarão a ação do suco gástrico, ajudando na absorção e digestão nutrientes  e, dessa forma, aumentarão a eficácia de sua dieta. Se você é um esportista ou praticante de atividades físicas que deseja obter o máximo de benefícios da sua dieta, a suplementação com complexo B é indicada.

Complexo B incluem as seguintes vitaminas:

#5.1 Vitamina B1

Atua no sitema nervoso, músculo e coração e são encontradas em grãos em geral como arroz integral, feijões, lentilhas, grão de bico, trigo, centeio, dentre outros.

Também em vegetais tais como: rabanete, batata doce, sementes de gergelim, de girassol, folhas de cenoura, nirá, espinafre.

Maçã, banana, ameixa e damasco são algumas das frutas que se encontra essa vitaminas.

A falta dela causa insonia, falta de apetite, energia, peso e depressão.

 

#5.2 Vitamina B2, também conhecida como riboflavina.

Junto com outros do complexo B (B1, B2, B5, etc), fornece energia ao corpo, metabolizando os carboidratos, as gorduras e as proteínas. Ela também ajuda na regeneração da glutationa, uma enzima que elimina do corpo os radicais livre. Também pode diminuir o problema de enxaqueca. Pode prevenir a catarata.

Muitas vezes é preciso aumentar o nível de ferro para pessoas que sofrem de anemia.

Presente em laticínios, como leite, queijo e iogurte.

Nos vegetais encontramos em todas as couves, folhas de nabo, brócolis, ervilha, repolho, agrião, espinafre, vagem, entre outros.

A falta de vitamina B2 causa lesões na boca (afta e rachaduras) no nariz, coceira, ardência nos olhos, catarata e inflamações nas gengivas. A pele fica escamosa e seca.

 

#5.3 Vitamina B3 ou niacina.

Transforma o alimento em energia e evita a doença chamada pelagra, doença que deixa a pele avermelhada e áspera. Dieta à base de milho causa essa doença.

Equilibra o colesterol e previne doenças cardíacas. Eficaz contra enxaqueca e artrite. Necessário acompanhamento médico, pois, o excesso causa doenças no fígado.

Nunca tome medicamentos por conta própria. Consulte um profissional.

É encontrada em alimentos ricos em proteína, como carne, ovos e amendoim. Presente também em leite, cogumelos e verduras. Pães e cereais são enriquecidos com niacina.

 

#5.4 Vitamina B5, ou ácido patotêtico

Pode ser encontrada em todas as células vivas e em todos os alimentos.

A falta dela causa doenças neurológicas, ardor nos pés, cefaléia (dor de cabeça), lassidão (cansaço, desânimo, tédio) sonolência, náuseas, entre outros.

Gema de ovo, rim, fígado e leveduras são ricas fontes de vitamina B5. Mas, atenção, a quantidade varia de acordo com a idade. No caso de dúvidas consulte seu médico.

 

#5.5 Vitamina B6

É compostos por três substâncias: piridoxina, piridoxamina e piridoxal, que metabolizam a proteína e os aminoácidos.

Eficaz contra mais de 100 problemas de saúde. É usada contra doenças tão importantes quanto a doença cardíaca e contra irritações ocasionais, como a tensão pré-menstrual e a sensibilidade ao glutamato monossódico. Pode até ajudar a prevenir a formação de cálculos renais.

Todos os alimentos contêm uma certa quantidade de piridoxina, piridoxamina ou piridoxal.

Carnes, grãos integrais, feijões e algumas frutas são ricas em B6, mas uma grande porção de verduras também pode fornecer uma quantidade saudável.

Embora a vitamina B6 exista em abundância nos alimentos, e o consumo diário recomendado não seja tão alto, muitas pessoas ainda não ingerem quantidade suficiente desse nutriente. Consulte um profissional para saber a quantidade correta de vitamina B6 que você deve consumir. De modo geral, a quantidade não deve ultrapassar de 200 microgramas por dia, pois, acima disso, a vitamina realmente pode ser tóxica.

Altas doses de vitamina B6 por um período prolongado podem provocar formigamento e dormência nas mãos e nos pés. Com a diminuição da dosagem, os sintomas desaparecem.

 

#5.6 Vitamina B12

Encontrada em alimentos de origem animal, principalmente, previne e evita a Anemia. Vegetarianos radicais são os que mais sofrem pela falta desta vitamina.

Para repor, deve ser consumida como suplemento. A vitamina B12 é encontrada principalmente nos alimentos de origem animal, como laticínios, ovo, fígado, carne, marisco, ostra, e salmão.

Os produtos de grãos fermentados, como a carne de soja, contêm a vitamina. Os fabricantes também acrescentam a B12 em alguns cereais.

Crianças com asma, idosos, insônia são os que mais necessitam.

 

#6 Vitamina K

Auxilia na coagulação do sangue e na retenção de cálcio, o que ajuda a prevenir a osteoporose. Evita hemorragias.

Mulheres com ciclos menstruais intensos sentem alívio com a suplementação de vitamina K. Alguns pequenos estudos também revelaram um benefício às gestantes.

Pequenas doses suplementares, cerca de 50 mg, geralmente, diminuem a náusea associada ao primeiro trimestre de gestação.

As melhores fontes de vitamina K são os vegetais de folhas verdes, como repolho, folhas de nabo, brócolis, alface e espinafre. O chá verde é outra fonte boa, sendo uma xícara suficiente para atender ao consumo diário recomendado desse nutriente.

E os sais mineirais são:

 

#1 Cobre (sigla Cu)

Necessário para absovição do ferro.

Encontrado na couve, espinafre, batatas, aspargo, lentilhas. Avelã, ameixas, passas, banana, cerejas são algumas frutas que contém cobre.

A falta de cobre causa depressão e deficiência respiratória.

#2Enxofre (sigla S)

Saúde da pele, cabelo e unhas. Encontrado em trigo e germe de trigo, ervilha, couves, agrião, feijão, arroz integral, repolho. Nas frutas: maçã e uva.

A falta causa crescimento deficiente de unhas e cabelos.

 

#3 Ferro (sigla Fe)

Indispensável pela formação da hemoglobina, dos ossos, dos músculos e dos cabelos. Responsável pelo transporte do oxigênio para as células.

Encontrado em sementes, folhas verdes, cereais,quiabo, aspargo, salsa.

A falta causa anemia, atrofiamento, indisposição, fadiga e unhas quebradiças.

 

#4 Flúor (sigla F)

Indispensável  para os ossos e dentes. Contribui para a formação do sangue, pele, unhas e cabelos.

Encontrado em agrião, aveia, beterraba, pepino, alho, couve flor, brócolis, aspargo, couve flor, cebola.

 

Formação dos ossos e dente

A falta dele causa problemas com os dentes. Coluna encurvada e vista fraca.

 

#5 Fósforo (sigla P)

s. Necessário para o metabolismo das vitaminas.

Cereais integrais, couve, sementes de girassol, alcachofra, castanha de caju e do pará, agrião, alho porró, ervilha e cebola.

Laranja, abacate e avelã são algumas frutas.

A falta causa perda de apetite, fraqueza e perturbação nervosa.

#6 Iodo (sigla I)

Indispensável para o bom funcionamento da tiróide. Crescimento e metabolismo equilibrado. Melhora inteligência. Encontrado no sal marinho, todas as algas, todos os frutos do mar.

Encontra-se no agrião, couve flor, cebola, espinafre, rabanete, tomate, feijão, alcachofra, cenoura, ervilha.

A falta causa bócio, excesso de peso, cretinismo, entre outros.

#7 Magnésio (sigla Mg)

Indispensável para metabolizar o cálcio, vitamina C e açúcar.

Essencial ao funcionamento nervoso e muscular.

Encontrado em arroz e trigo integral, cebola, espinafre, alga, feijões, pepino, tomate, limão, milho, folhas verdes, figo, couve, sal e centeio.

A falta causa esgotamente, irritabilidade, sensibilidade ao barulho, pertubações digestivas, ansiedade, entre outros.

#8 Manganês (sigla Mn)

Necessário para o melhor aproveitamento do cálcio, fósforo, Vitamina B1 e vitamina E.

Encontrado em todos os cereais integrais, amêndoas, alface, agrião, milho, cenoura, cebolinha e couve.

A maçã e banana também contém manganês.

#9 Potássio (sigla K)

Reduz pressão sanguínea e ajuda a eliminar resíduos.

Encontrado em Frutas secas, sementes, azeitona verde, soja, espinafre, agrião, hortelã, batata, fava e ervilha seca e algas.

A falta causa sede, pele seca, retenção de sal, prisão de ventre.

#10 Sódio (sigla Na)

Faz parte do plasma, componente do sangue.

Impede a formação de cálculos nos rins e vesícula.

Encontrado em todas as algas marinhas, vegetais de folhas verdes, trigo integral, feijão, sal marinho, cenoura, alcachofra, azeitona, escarola, salsão e ervilha.

A falta causa falta de apetite e perda de peso, baixa imunidade, formação de gases, problemas de visão, fraquesa e fadiga.

#11 Zinco (sigla Zn)

Sintetiza a vitamina B1, fósforo e proteínas. Efetivo para o bom funcionamentos dos orgãos reprodutivos e sexuais.

Encontrado em cereais integrais, fígado, peixe, frutos do mar, carne, espinafre, couve flor, cebola e cogumelos.

A falta causa retardo no crescimento, esterilidade, inflamação da próstata e colesterol alto.

Se você leu até aqui este artigo está de parabéns! Encontre no nosso site algumas formas de como cultivar algumas dessas hortaliças e com isso tenha uma saúde melhor e uma bela horta orgânica.

Gostou deste artigo? Deixe seu comentário ou se desejar receber nossas dicas inscreva seu e-mail na barra lateral.
Tenha bons frutos pelo seu trabalho árduo!

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 Filament.io 1 Flares ×