Pragas e doenças controladas de forma natural

| EM Horta Orgânica 3 Comentários
pragas.jpg
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Pragas-e-doencas.jpegPragas e doenças, daremos algumas dicas de como combatê-las de forma natural.

Substâncias alternativas aos agrotóxicos que são permitidos na agricultura orgânica tais como: a calda bordalesa, calda sulfocálica, biofertilizantes, extratos vegetais e agentes de controle biológicos. Mas, devem ser utilizados somente quando necessário e de forma criteriosa, evitando-se o uso sistemático na forma de calendário.

Evite fertilizações excessivas

Muitos adubos químicos deixam as plantas “viçosas” e apetitosas para as pragas, por isso aconselhamos evitá-los. Por outro lado os fertilizantes orgânicos que vão libertando lentamente os diversos nutrientes deixando a planta forte contra pragas e doenças.

Limpe detritos

Evite deixar os resíduos das culturas espalhados pelo solo, estes normalmente contêm ovos, esporos e outras formas hibernantes de insetos e/ou fungos. E quando a temperatura aumentar eles vão desenvolver e iniciar um novo ciclo de vida. O melhor modo de utilizar as sobras de culturas é fazer delas uma compostagem.

Convoque auxiliares contra pragas e doenças

Joaninha.jpeg

Nunca é demais dizer que alguns insetos, pássaros, rãs e morcegos são os nossos melhores aliados e como tal deveremos induzir a sua presença no nosso espaço. Se você variar as cores com flores, introduzir alimento, água e abrigos verá que aumentará o equilíbrio na sua horta.

Planejamento

Numa horta orgânica, controle de pragas e doenças começa com o planejamento do terreno, onde se deve “aplicar” os conhecimentos de agroecologia. Neste aspecto,deve-se começar pela escolha da época correta de plantio de cada hortaliça ou planta.  Respeitando-se as exigências climáticas da espécie a ser cultivada; passa-se pela análise do solo para essa cultura, fazendo-se a calagem e a fosfatagem onde e quando necessário. O conhecimento das plantas espontâneas pode e deve ser utilizado, pois existem algumas indicadoras de alumínio no solo como as samambaias (Pteridium aquilinium), de solos compactados como a grama seda (Cynodon dactylon) e a guanxuma (Sida sp.) e as de solo rico em matéria orgânica como os carurus (Amaranthus sp.) e a beldroega (Portulaca oleracea).

Solo

A conservação do solo no manejo de pragas e doenças também é importante. O controle da erosão reduz a perda da camada fértil de solo, tanto do ponto de vista químico quanto biológico. Devido a falta de nutrientes as plantas tendem a ficarem vulneráveis à pragas e doenças.

Plantas companheiras

Os métodos culturais numa horta orgânica incluem o cultivo de determinadas plantas para servir de alimento para os insetos-praga ou como repelente destes. Um exemplo deste manejo é o cultivo em hortas da couve chinesa (acelga) para servir aos insetos mastigadores ou o consórcio do tomateiro com coentro, já que esse condimento funciona como repelente da mosca branca (Bemisia sp.). Para o controle de nematóides, a rotação de cultura com crotalárias ou mesmo o cultivo consorciado com esse adubo verde pode ser recomendado.
Inceticida natural

Assista ao vídeo e faça hoje mesmo um inseticida que ajuda no controle de pragas e  doenças.

Gostou desse artigo? Então deixe seu comentário, diga-nos como você faz para controlar pragas e doenças e se inscreva para receber nossas dicas.

Até a próxima!
Imagens:freedigitalphotos.net

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×